Medinho da Segunda-Feira??

Compartilhar:

Publicado em: 24/01/2018 17:49

Medinho da Segunda-Feira??

Todo domingo, em algum lugar do mundo, há alguém desejando parar o tempo. O medo da segunda-feira na verdade é medo da semana toda.

Uma semana de trabalho, de desafios, de alguns problemas onde não há solução imediata, ou melhor, de alguma situação pela qual não se tem controle nenhum.

Mesmo gostando do que se faz, mas não tendo uma missão, um sentido, a coisa vai degringolando (se é que me entendem) com o passar do tempo. Já estive nesta posição horrorosa... As semanas se arrastam, o tempo é um caos, a insatisfação se torna generalizada afetando todas as áreas da vida.

O que dá sustentabilidade ao desejo de iniciar uma semana maravilhosa de desafios, aprender cada vez mais, gerar resultados e lidar bem com situações fora do seu controle, vem de dentro de você, não de fora.

Não é a empresa, não são as pessoas ao seu redor, ou o mundo quem tem que prover a sua felicidade. É o contrário. Já viu ambiente contaminado de desânimo? Pois é, são pessoas caminhando no mesmo rumo: rumo ao abismo.

Fazer o que se ama pode ser definido da seguinte forma: a missão de vida (o que você quer realizar) aliada a estrutura emocional (equilíbrio e inteligência emocionais) e as habilidades (comportamentais e de competências) necessárias para desempenhar com prazer o que se ama, gerando grandes resultados.

Há uma grande diferença entre amar o que se faz e fazer o que se ama.

Iniciamos, então, todo este processo de coragem com um exercício muito simples que tem um poder extraordinário: a GRATIDÃO.

Ela não serve só para você reconhecer o que já tem, serve também para que você enxergue aquilo já está despercebido, tanto em você mesmo quanto ao seu redor. É consciência em forma de liberação de neurotransmissores do prazer e da felicidade.

Quando geramos o sentimento de Gratidão, através de nossos pensamentos, passamos a ativar o sistema de recompensas (dopaminérgico) do cérebro (núcleo accumbens), responsável pelas sensações de bem-estar e de prazer.

A ação da gratidão quando exercitada diariamente e por várias vezes ao dia, estimula esta área do cérebro, proporcionando a satisfação que você precisa para manter a concentração, a dedicação, o prazer e a felicidade no trabalho, bem como em qualquer área de sua vida.

Então, para perder o medinho da semana toda, aqui estão 3 dicas de como ativar o poder da sua Gratidão:

1- Inicie seu dia agradecendo (não é relacionado a religião), por poder trabalhar, por ser capaz, por ter a chance de crescer... Inicie todos os motivos de gratidão da seguinte forma: "Eu sou grato(a) por...";

2- Agradeça durante o seu dia, em momentos que achar oportuno - inclusive os de maior tensão para relaxar -, pela chance de conviver com outras pessoas, aprender algo novo todos os dias, crescer continuamente...

3- Agradeça antes de dormir pelo dia que teve, mesmo que algo não tenha se resolvido como você esperava, sempre há uma razão pela qual você pode ser grato.

Este exercício tem um poder acumulativo, quanto mais você o exerce, melhor você se torna. Pode parecer simples, mas te desafio a escrever (direto) pelo menos 30 motivos de gratidão, sem parar angustiado porque não encontra mais motivos. Bora pro desafio?

Então, AVANTE, e com muita Gratidão sempre! E sem medinho, claro ;)

Outras noticias



IMPERATIVA COACHING